Molho de Tomate Caseiro

Descubra como fazer e armazenar o seu delicioso molho de tomate caseiro de forma econômica e sustentável em potes de vidro de conserva.


CRÉDITOS: Canva

Compartilhe:
Denise Berthier


Ingredientes

  • 5 kg de tomates italianos maduros
  • 3 cebolas
  • 5 dentes de alho
  • 3 colheres (de sopa) de azeite
  • Sal e pimenta-do-reino moída na hora a gosto
  • Manjericão fresco a gosto



Molho de Tomate Caseiro

Como fazer molho de tomate caseiro

  1. Leve uma panela grande com água para ferver. Enquanto isso, lave os tomates e corte um X na base de cada um. Prepare uma tigela com água e gelo.
  2. Retirar a pele dos tomates: Assim que a água começar a ferver, mergulhe os tomates, aos poucos e deixe cozinhar até a pele começar a soltar. Com uma escumadeira, transfira os tomates para a tigela com água e gelo, com o choque térmico a pele sai facilmente. A partir do corte em X, puxe e descarte a pele. Transfira os tomates pelados para um novo recipiente e repita com o restante, reponha o gelo na tigela conforme for derretendo para manter a água bem fria.
  3. Numa panela grande refogue as cebolas picadas e os dentes de alho;
  4. Bata no liquidificador;
  5. Cozinhar para reduzir: Junte os tomates batidos à cebola refogada, tempere com sal e pimenta e misture bem. Deixe cozinhar em fogo médio até começar a ferver, então abaixe o fogo e deixe cozinhar por mais 30 minutos ou até ficar na textura desejada, mexendo de vez em quando, até o molho ficar encorpado. Atenção, dependendo do tamanho de sua panela, se mais funda ou mais larga, o tempo total de cozimento pode variar. Veja se o tempero está bom. Adicione 1 maço de manjericão fresco e deixe cozinhar por mais 2 minutos para perfumar e armazene seu molho de tomate.

Armazenar o molho de tomate caseiro em potes de vidro de conserva

Armazenar o molho de tomate caseiro em potes de vidro de conserva é uma excelente opção para garantir sua durabilidade e preservar seu sabor por mais tempo. Veja dicas sobre como fazer isso adequadamente:

  1. Escolha potes de vidro limpos e esterilizados: Antes de armazenar o molho, certifique-se de que os potes de vidro estejam completamente limpos e esterilizados. Isso ajuda a prevenir o crescimento de bactérias e prolonga a vida útil do molho. Ferva os potes de vidros e as tampas em água por 15 minutos para garantir a esterilização.
  2. Deixe o molho esfriar antes de armazenar: É importante permitir que o molho de tomate esfrie completamente antes de transferi-lo para os potes de vidro. Colocar o molho quente nos potes pode causar rachaduras no vidro devido à mudança brusca de temperatura.
  3. Encha os potes corretamente: Encha os potes de vidro com o molho de tomate, deixando cerca de 1 a 2 centímetros de espaço livre na parte superior. Isso ajuda a evitar vazamentos e permite que o molho se expanda durante o congelamento, se aplicável.
  4. Vedação adequada: Certifique-se de que as tampas dos potes estejam bem vedadas para evitar a entrada de ar e a contaminação do molho. As tampas devem estar limpas e secas antes de serem colocadas nos potes.
  5. Armazenamento correto: Após encher os potes, armazene-os em um local fresco, escuro e seco, como uma despensa ou armário. Evite expor os potes à luz solar direta, pois isso pode afetar a qualidade do molho ao longo do tempo.
  6. Rotulagem e datação: Não se esqueça de rotular cada pote com o conteúdo e a data de preparação. Isso ajuda a identificar facilmente o que está armazenado em cada pote e a acompanhar a vida útil do molho.

Seguindo essas dicas simples, você pode armazenar seu delicioso molho de tomate caseiro em potes de vidro de conserva com segurança e desfrutar de seu sabor fresco por mais tempo.

Ao optar por armazenar o molho de tomate caseiro em potes de vidro de conserva, você está contribuindo para a economia e a sustentabilidade de várias maneiras:

  1. Redução do desperdício de alimentos: Fazer o molho de tomate em casa permite aproveitar ao máximo os ingredientes frescos e evitar o desperdício de tomates que poderiam estragar se não fossem utilizados.
  2. Economia financeira: Preparar o molho de tomate em casa geralmente é mais econômico do que comprar molhos prontos no mercado. Além disso, ao armazenar o molho em potes de vidro de conserva, você pode reutilizar os potes várias vezes, economizando dinheiro em embalagens descartáveis.
  3. Redução do uso de embalagens plásticas: Ao armazenar o molho em potes de vidro de conserva, você evita o uso de embalagens plásticas, contribuindo para a redução do impacto ambiental causado pelo descarte desses materiais.
  4. Promoção da reutilização: Os potes de vidro de conserva podem ser reutilizados várias vezes para armazenar uma variedade de alimentos e ingredientes, reduzindo a necessidade de comprar novas embalagens plásticas ou de vidro.
  5. Menor pegada de carbono: Ao optar por fazer o molho de tomate em casa e armazená-lo em potes de vidro de conserva, você está reduzindo a necessidade de transporte e embalagem de produtos comerciais, o que ajuda a diminuir a emissão de gases de efeito estufa associados ao transporte de alimentos.

Em resumo, armazenar o molho de tomate caseiro em potes de vidro de conserva não só ajuda a economizar dinheiro, mas também promove práticas sustentáveis ​​ao reduzir o desperdício de alimentos, o uso de embalagens plásticas e a emissão de gases de efeito estufa.



Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *





Molho cremoso de pepino, Tzatziki é rico em prebióticos e um coringa na cozinha

Maionese de alho caseira sem óleo: uma receita fácil para realçar qualquer prato

Este molho faz toda a diferença na salada e mantém a crocância dos ingredientes

Conheça a planta idêntica ao caldo Knorr em aroma e sabor

Aprenda a preparar um delicioso e cremoso creme de alho simples, perfeito para acompanhar petiscos, pães ou como complemento em diversos pratos

Molho de Tomate Caseiro

Desvendando o Sabor Oriental: Aprenda a Fazer Molho Teriyaki Caseiro!

Creme Branco de Alho sem Óleo

Molho Verde Igual da Lanchonete

Últimas Publicações